Anúncios

A Hungria é um país da Europa que faz fronteira com a Eslováquia,  Áustria,  Eslovênia,  Croácia,  Sérvia,  Romênia e  Ucrânia e não tem acesso ao mar. Os principais rios que atravessam o país são o Danúbio e o Tisza, mas também há o Lago Balaton, o maior da Europa Central,  conhecido como o “Mar Húngaro”.

 

A Hungria é cada vez mais visitada por turistas, entre muitas atrações que o país tem para oferecer destacam-se os banhos termais e medicinais.

Passagens aéreas relâmpago da LATAM só hoje.
Acessar agora➝
Promoções Relâmpago para todo o Brasil.
a partir de 129,90➝
Passagens aéreas em promoção voe gol a partir de 99,90.
Ver disponibilidade➝

Há muitos spas, saunas e piscinas em todo o país, garantindo diversão e relaxamento para  turistas e moradores.

 

Budapeste é a capital do país e a cidade mais populosa e é considerada uma das mais belas capitais  da Europa. A cidade é atravessada pelo Danúbio, que  a cidade compartilha em duas.

 

Buda está localizado nas colinas, uma área mais histórica onde você pode encontrar a Igreja de São Matias,  Castelo de Buda, Museu de História,  Bastião dos Pescadores e outras ruínas e prédios antigos repletos de muitos restaurantes e hotéis.

 

Confira em nosso texto algumas das melhores dicas para você planejar sua viagem para a Hungria. 

Budapeste – Hungria

 

Quando ir para a Hungria?

 

Na verdade, existem duas estações consideradas as melhores para viajar para Budapeste:  primavera (principalmente de março a maio) e  outono (de setembro a novembro), sem tantos extremos de calor ou frio. Na alta temporada, as diárias são mais baixas

 

Como já foi dito, o verão é  alta temporada, principalmente entre os meses de julho e agosto, devido à grande procura, os preços dos hotéis tendem a aumentar e é aconselhável reservar com antecedência, certifique-se de que o seu quarto tem ar condicionado, pois as temperaturas ultrapassam desta vez, muitas vezes 30 graus.

 

As chuvas  estão distribuídas de forma relativamente uniforme ao longo do ano em Budapeste, como  pode ser observado no gráfico abaixo, pois estão bem distribuídas em todas as estações, tanto que a alta temporada, de julho a agosto, é uma das mais agendadas com maior probabilidade de chuva.

 

Se preferir o frio, o inverno em Budapeste costuma ser muito frio e com neve entre dezembro e fevereiro, se vier no final do ano ainda pode aproveitar os mercados de Natal (mais informações)A melhor época para viajar  é na primavera e no outono, quando você pode fugir dos preços mais altos, da cidade lotada e das condições climáticas extremas. 

 

O que fazer na Hungria? 

 

Agora que você já sabe quais as melhores épocas para viajar para a Hungria. Confira o que fazer quando visitar o país. 

 

Budapeste

 

A capital da Hungria é considerada uma das mais belas da Europa: numa mistura de moderno e antigo, Budapeste encanta com  seus edifícios grandiosos, como o Parlamento, as termas espalhadas pela cidade e as pontes que atravessam o Danúbio.

 

A parte mais alta da cidade, Buda, repleta de palácios e mansões, oferece uma vista impressionante  sobre a cidade e o rio. Uma das melhores vistas é do alto do Bastião dos Pescadores, construído  como torre de vigia. 

 

Lago Balaton

Lago Balaton – Hungria

Muitas vezes referido como o “Mar Húngaro” devido à sua vastidão, o Lago Balaton é o maior lago de água doce da Europa Central e Oriental. .De Fonyód você pode pegar uma balsa para Badacsony, a maior região vinícola da Hungria. Na margem oeste fica a cidade termal de Hévíz e  o Castelo Festetics em Keszthely, um dos maiores castelos barrocos da Hungria.

 

Eger

 

Localizada no norte da Hungria, Eger foi fundada no século X pelo primeiro rei cristão húngaro, que teve um bispado construído aqui  na Colina do Castelo, em torno do qual a cidade se desenvolveu. Suba os 150 degraus para desfrutar de uma vista magnífica da cidade.

 

Culinária na Hungria

 

Paprikás csirke e galuska

Pra começar, um dos elementos-chave da culinária húngara: a páprica. Esse condimento tem duas versões, doce e picante, e é o que você mais encontra no Mercado Central como souvenir alimentício. 

 

A paprikas csirke nada mais é que galinha com um molho cremoso de páprica, servida muitas vezes com outra comida típica: galuska, uma massa feita de ovo, farinha e sal e jogada em pedaços em água fervente, resultando em bolinhas disformes como essas da foto. Ela também é chamada de nokedli e é igual ao spätzle, comido na Alemanha, Suíça, Áustria e alguns outros países.

Pörkölt

Este prato também não é segredo: é um ensopado de carne, geralmente em cubos, temperado com – adivinhem – pimentos e acompanhado de legumes, geralmente cozinhado em banha (muito saudável como  podem ver.

 

Palacsinta 

São basicamente crepes (ou panquecas). Apesar disso, são tratados como um prato nacional: são sempre servidos enrolados, nunca dobrados como na França. Encontre no Mercado Central  😉 Os recheios são bem diversificados, incluindo opções salgadas e doces.

 

Kürtőskalács

O nome é complicado, mas a comida em si é simples: uma massa enrolada em um cilindro e assada, coberta com canela e açúcar (meu favorito!) ou assada com uma mistura de nozes e açúcar, que tem um gosto muito melhor. Comprei o meu na Váci utca, a famosa rua de pedestres no centro de Pest. Em inglês, geralmente é chamado de “Chimney Cake” e você também pode encontrá-lo em outros países – eu comi pela primeira vez em Praga sob o nome de Trdelnik

 

Como ir para a Hungria? 

Eger – Hungria

Ir para a Hungria pode parecer um pouco complicado, mas é, na verdade, um processo mais simples do que você imagina. Confira: 

 

Voos para Budapeste 

 

Não há voos diretos do Brasil para Budapeste, é necessário fazer  escala em outro país europeu como Alemanha, Inglaterra, França ou Holanda; ou  Turquia, um país da Eurásia. De Portugal existem voos directos para Budapeste a partir de Lisboa. O aeroporto de Budapeste é o aeroporto  mais movimentado da Hungria. As principais companhias aéreas de baixo custo que voam para Budapeste são a Ryanair e a Wizzair.Para ver  preços e reservar  passagens, experimente o nosso motor de busca de voos baratos.

 

Viajar de trem para Budapeste: Budapeste tem três estações de trem internacionais e está conectada a todas as capitais próximas, um exemplo claro  disso é que os trens partem a cada 3 horas  para Viena e Bratislava.

 

Gostou do nosso texto sobre viajar para a Hungria? Continue nos acompanhando para mais novidades.

 

Conclusão

 

A Hungria é um país encantador, localizado no coração da Europa, que está cada vez mais sendo visitado por turistas. O país é conhecido por suas atrações, incluindo os banhos termais e medicinais, muitos spas, saunas e piscinas em todo o país. A capital, Budapeste, é uma das cidades mais belas da Europa, sendo atravessada pelo Danúbio, que a divide em duas partes, Buda e Peste. Buda é uma área mais histórica, localizada nas colinas, onde você pode encontrar a Igreja de São Matias, o Castelo de Buda, o Museu de História, o Bastião dos Pescadores e outras ruínas e prédios antigos repletos de muitos restaurantes e hotéis.

Quando se trata de planejar uma viagem para a Hungria, é importante considerar a melhor época do ano para visitar. A primavera (março a maio) e o outono (setembro a novembro) são considerados as estações ideais, sem temperaturas extremas e diárias mais baixas. No entanto, a alta temporada é durante os meses de julho e agosto, o que significa que os preços dos hotéis tendem a ser mais altos e é aconselhável fazer reservas com antecedência. As chuvas estão distribuídas de forma uniforme ao longo do ano em Budapeste, mas a alta temporada tem uma maior probabilidade de chuva.

Além de Budapeste, a Hungria tem muitas outras atrações para oferecer aos visitantes. O Lago Balaton, o maior lago de água doce da Europa Central e Oriental, é muitas vezes referido como o “Mar Húngaro” e oferece uma variedade de atividades, incluindo vela e banhos termais. A cidade de Eger, localizada no norte do país, é outra atração popular, com sua catedral, castelo e adegas de vinho.

A culinária húngara também é uma das razões pelas quais muitos turistas visitam o país. A páprica é um elemento-chave na culinária húngara e pode ser encontrada no Mercado Central como souvenir alimentício. Um dos pratos mais populares é o paprikas csirke, que é frango com molho cremoso de páprica e é geralmente servido com outra comida típica, como galuska.

Em resumo, a Hungria é um país encantador com muitas atrações para oferecer aos visitantes. Com sua beleza natural, história, arquitetura, culinária e banhos termais, a Hungria é um destino turístico ideal para quem busca uma experiência europeia única.

You May Also Like

Passagem aérea Punta Cana – Dicas para conseguir

Anúncios Quer saber como conseguir passagens aéreas para esse local? não pode…

Lugares escondidos no Brasil para conhecer

Anúncios Embora a pandemia esteja praticamente controlada, viajar ainda pode representar um…

Viajar para o Guarujá

Anúncios Conteúdo 1 Guarujá é um excelente e popular destino turístico no…