Anúncios

Ferrara na Itália, também é a cidade das bicicletas, um lugar onde o turismo de massa ainda não chegou, pelo menos não tanto quanto em outros lugares da Itália. Saiba aqui o que ver em Ferrara em um dia, embora você perceba que precisará de um pouco mais de tempo…

Ferrara

Castello estense: o imponente castelo do oriente em ferrara

Se você perguntar o que ver em Ferrara, a primeira coisa que um italiano responderá, mesmo que ele nunca tenha estado lá, será “El Castello estense”, o castelo do leste.
Com certeza é também a primeira coisa que você encontra. Se você vier andando da estação de trem, você vera no centro da cidade. Ali ele fica quase tão imponente quanto quando surgiu, no final do século XIV, com sua estrutura de grade e aquele fosso que continua a cercar o edifício.

Passagens aéreas relâmpago da LATAM só hoje.
Acessar agora➝
Promoções Relâmpago para todo o Brasil.
a partir de 129,90➝
Passagens aéreas em promoção voe gol a partir de 99,90.
Ver disponibilidade➝

Ele não tem mais suas ameias, elas desapareceram quando ele se tornou a nova residência da corte do Oriente, os senhores de Ferrara, dois séculos depois.
O castelo tornou-se um palácio renascentista, e não apenas qualquer um, mas uma das famílias mais influentes da Europa na época. É extremamente recomendável, mesmo se você passar apenas um dia em Ferrara, que entre no castelo.

Você pode visitar as nobres salas cheias de afrescos renascentistas – as mais famosas são a capela ducal, a câmara e a sala de jogos, o salão do governo e a sala de escudos – as cozinhas e o laranjal pendurado. Depois suba na torre dos Leões para admirar Ferrara de cima.

Catedral de ferrara: o epicentro da cidade medieval

A história de Ferrara não começa com o Renascimento, e sua catedral, que começou a ser construída no início do século XII, é uma boa prova disso – bem, o castelo também.
No interior, há pouco da decoração medieval: foi reformada e redecorada nos séculos 18 e 19. Não perderam o afresco do Julgamento Universal do século XVI na abóbada da abside, inspirado no de Michelangelo da Capela Sistina!

Ferrara

Do castelo à catedral: tudo para ver em ferrara começa aqui

Entre o castelo do leste e a catedral de Ferrara fica o coração da cidade. Há a Piazza Savonarola, com o castelo de um lado, o antigo Palácio Ducal do outro e a Via Coperta, a passagem coberta que ligava os dois, ao outro.
No quarto lado da praça, o Martiri della Libertà corso se abre, com o palácio do arcebispo e a fachada monumental do Palácio Ducal. O corso é reaberto na praça da catedral e na grande Praça Trento e Trieste: a antiga praça do mercado.

Em alguns passos, você perceberá o quanto se tem para ver em Ferrara e se perguntará por que não conheceu antes essa cidade.
Al Brindisi: a taberna mais antiga do mundo em Ferrara?
Um monumento, no coração de Ferrara, também tem espaço para diversão. Um brinde e até um cardápio do meio-dia com base na culinária local – na taberna “Al Brindisi” é um clássico da cidade.

A antiga “Hostaria del Chiucchiolino” já estava lá em 1435, tinha como clientes Copérnico e Ticiano, entre outros, e se orgulha de ser a taberna mais antiga do mundo.


Ferrara medieval, ao redor da via delle Volte, e o antigo gueto judeu
Ao sul da Piazza Trento e Trieste fica a rede de ruas estreitas do antigo centro medieval de Ferrara, com a que é provavelmente a rua mais bonita da cidade: a Via delle Volte.
Uma rua longa e estreita, cheia de “voltas”: elevações altas que conectam os prédios dos dois lados da rua e terminam na forma de um arco abobadado.
Essa era uma das principais ruas comerciais de Ferrara nos tempos medievais e uma das teorias sobre as passagens é que elas serviam de conexão entre as casas dos comerciantes, de um lado da rua, e as lojas, do outro.

Na área medieval, há também o ex-gueto judeu de Ferrara, ao redor da Via della Vittoria, Via Vignatagliata e Via Mazzini, onde, na construção de uma antiga sinagoga, fica no museu judaico.
Ferrara tem uma tradição judaica muito importante na época do Oriente, muitos judeus chegaram aqui de todas as partes da Europa. A liberdade e riqueza acabaram com o ducado do Oriente em Ferrara, quando a cidade se tornou parte do Estado Pontifício. A partir de 1627, o papa ordenou a criação do gueto em que segregou os judeus até 1859.
Experimente o pão ferrarese em uma padaria no centro
Este centro medieval está cheio de pequenas padarias, onde você pode encontrar um dos pães mais tradicionais da Itália. Sua forma é inconfundível!

Biblioteca Ariostea: um canto menos conhecido em ferrara

Na era dourada de Ferrara, sob o ducado do Oriente, surgiram muitas mansões na cidade e nos arredores: a chamada Delizie Estensi, “delícias do Oriente”, também parte do patrimônio da UNESCO. Por que delicia? Porque, diferentemente dos prédios administrativos, eles eram locais de recreação.
Um deles era o Palazzo Paradiso – pode ser nomeado por um afresco que representava o paraíso, que se perdeu, ou por seu jardim. Hoje, esse palácio é a sede da Biblioteca Ariostea, uma biblioteca pública que pode ser visitada, respeitando aqueles que estão lá para estudar, é claro.

Biblioteca Ariostea

Itália Biblioteca Emilia-Romagna Ferrara Ariostea Túmulo de Ariosto

Afrescos, o sistema de abastecimento de água do edifício original, salas da antiga universidade, como o teatro anatômico de madeira do século XVII – para visitar, é necessário pedir uma autorização especial – e até o túmulo de Ludovico Ariosto, um dos grandes poetas e autor do poema épico.
Residências renascentistas: palazzo schifanoia, palácio Ludovico il moro, palazzina marfisa d’este…

Se você procura palácios renascentistas, Ferrara é o lugar: haverá mais aqui do que em Florença? Um dos itens essenciais é outro dos Delizie Estensi, de fato o mais famoso: o Palazzo Schifanoia.
Outro desses palácios renascentistas é o Palazzo Costabili, também chamado Palazzo di Ludovico il Moro, que agora abriga o Museu Arqueológico Nacional. Em um dia você não terá tempo para entrar, mas vale a pena se aproximar para ver o pátio.

 

Conclusão

Ferrara, na Itália, é conhecida por suas bicicletas, e é um lugar onde o turismo de massa ainda não chegou, pelo menos não tanto quanto em outras partes da Itália. Neste artigo, exploramos algumas das coisas para ver em Ferrara em um dia, embora os visitantes possam precisar de mais tempo para apreciar plenamente tudo o que a cidade tem a oferecer.

Uma das primeiras coisas que os visitantes verão é o Castello Estense, um imponente castelo construído no final do século XIV. Embora não tenha mais suas ameias, os visitantes podem explorar suas salas nobres repletas de afrescos renascentistas, as cozinhas e o laranjal suspenso. Subir ao topo da torre permite admirar a cidade de cima.

Outra atração imperdível em Ferrara é a catedral, que começou a ser construída no início do século XII. Embora tenha sido redecorado ao longo dos anos, ainda apresenta um belo afresco do século XVI inspirado na obra de Michelangelo na Capela Sistina.

O coração da cidade fica entre o Castello Estense e a catedral, e os visitantes podem explorar a Piazza Savonarola e a Via Coperta, a passagem coberta que liga o castelo ao antigo Palácio Ducal. Perto dali, o Martiri della Libertà corso se abre para revelar o Palácio do Arcebispo e a fachada monumental do Palácio Ducal.

 

Quem saber mais sobre essa cidade Maravilhosa ?? Confira no link Abaixo

LINK ABAIXO

You May Also Like

Viajar para Reino Unido

Anúncios O Reino Unido é um dos países europeus com mais pontos…

Roteiro de viagem a Portugal

Anúncios Portugal é um país pequeno, porém muito interessante e que nos…

Viajar para Geórgia

Anúncios Quando se pensa em viajar para a Europa, a Geórgia geralmente…