Anúncios

Uma das formas de viagem mais interessantes que podemos fazer é o chamado mochilão, onde você pode conhecer uma grande quantidade de lugares, tendo apenas uma mochila e uma vontade.

 

Pensando nisso, um dos melhores locais para se fazer um mochilão é pela América do Sul, já que o continente é bastante encantador, contando com maravilhosas paisagens e ainda por cima um povo extremamente acolhedor.

Passagens aéreas relâmpago da LATAM só hoje.
Acessar agora➝
Promoções Relâmpago para todo o Brasil.
a partir de 129,90➝
Passagens aéreas em promoção voe gol a partir de 99,90.
Ver disponibilidade➝

 

Além disso, a América do Sul é uma boa pedida para os mochileiros pois é onde o Brasil está contido, sendo que dessa forma não é preciso se preocupar com passaporte e/ou vistos. Outro ponto bastante positivo é que os destinos na América do Sul são bem mais baratos, já que geralmente a nossa moeda é mais valorizada do que a dos nossos vizinhos, as passagens aéreas também custam bem menos e é bem fácil conseguir algumas através dos pontos de programas de fidelidade das companhias aéreas.

 

Dessa forma, a grande maioria dos mochileiros realiza a sua primeira viagem internacional na América do Sul, sendo que muitos só passam a conhecer novos continentes depois de terem esgotado quase todos os locais para se conhecer em nosso continente. Obviamente que isso não é uma regra, existem muitas pessoas que primeiro viajam para outros continentes e só depois acabam visitando a América do Sul e ficam se perguntando, “por que não fiz isso antes?”. Pensando nisso, vamos conhecer alguns roteiros para mochilão na América do Sul que podem ser bastante interessantes e intrigantes.

Roteiros de Mochilão pela América do Sul

Uma das coisas mais interessantes ao pensar em montar um mochilão pela América do Sul é justamente que eles podem ser feitos basicamente por meios terrestres – como é o caso de ir para a Bolívia ou para o Paraguai. Porém outras rotas como Peru e Chile é possível conciliar avião e viagem de ônibus.

O mais importante é que todos os roteiros na América do Sul são relativamente baratas, sendo ideal para aquelas pessoas que apresentam o orçamento apertado, mas mesmo assim nutrem o sonho de conhecer e viajar pela América do Sul. Entretanto quem tem um orçamento mais folgado pode acoplar coisas diferentes durante a viagem, deixando-a ainda mais confortável.

 

Mochilão pela Bolívia

Escolher para fazer um mochilão pela Bolívia é bem interessante pois existem vários motivos para a escolha, primeiramente o país é facilmente acessado através do Mato Grosso do Sul, que é fronteiriço, fazendo com que a viagem seja ainda muito mais de baixo custo.

Assim é possível encarar um roteiro de 15 dias de viagem e podendo ser realizado com um orçamento bem apertado. Pensando dessa forma, o ideal é iniciar o seu roteiro pela cidade de Campo Grande (Mato Grosso do Sul e ainda no Brasil), de lá a primeira parada é em Porto Quijarro, que já é a cidade fronteiriça, onde se pega o famosíssimo Trem da Morte que tem como destino final a Santa Cruz de La Sierra.

Uma vez em Santa Cruz de La Sierra, é possível seguir para La Paz e conhecer a Cordilheira dos Andes, bem como o monte Chacaltaya, as ruínas de Tiahuanaco e passar pelo downhill bastante arriscado e com o nome sugestivo de “Estrada da Morte”, sendo que ali os mochileiros conseguem chegar na cidade de Copacabana e conhecer o maravilhoso Lago Titicaca e a Ilha do Sol, onde é possível visualizar as ruínas pré-colombianas e os majestosos templos dedicados ao Sol.

Seguindo viagem, se chega em Uyuni, onde é obrigatório fazer o tour de três dias pelo Salar de Uyuni, que é nada mais nada menos do que o maior deserto de sal do mundo e finalmente chegando a Potosí e Sucre, que são uma das mais lindas cidades coloniais da Bolívia.

 

Mochilão pela Bolívia e Peru

Cuzco

Uma vez que se conhece bem a Bolívia, ela pode ser um caminho de passagem para se chegar ao Peru, sendo possível conhecer localidades que não são tão comuns dentro de um mochilão. Para aquelas pessoas que querem fazer um mochilão que o destino é o Peru, muito provavelmente precisarão passar pelas famosas ruínas incas de Machu Picchu. Todo mochileiro que se preze precisa conhecer essa mítica cidade inca e ela precisa estar em seus planos de viagem quando o turista for visitar o Peru. Além disso, é um dos mochilões mais clássicos de todo o mundo.

Essa rota é um pouco longa e precisa de mais ou menos uns 21 dias viajando, principalmente se a viagem for feita por terra. Novamente a viagem pode começar por Campo Grande e ir até Lima, sendo que é possível colocar as cidades de Santa Cruz de La Sierra, La Paz, Copacabana (na Bolívia) e Puno, Cusco, Arequipa e Lima (no Peru).

 

Mochilão pelo Chile

O Chile é o destino do momento quando pensamos na América do Sul, isso se prolonga desde que ele foi eleito pela Lonely Planet como o melhor destino para viajar em 2018.

Um roteiro bem tranquilo e ideal pelo Chile é passar cerca de 12 dias no país, de forma que seja possível passar pelas cidades de Santiago, Viña del Mar, Valparaiso, Pucón, Valdívia, Puerto Varas, a ilha de Chiloé e Puerto Montt.

Para o Chile é possível economizar se você tiver milhas em sua companhia aérea predileta e conseguir fazer o resgate. Para uma viagem para o Chile não é necessário realizar a contratação de uma agência de viagens, sendo que é possível realizar todo o procedimento por você mesmo. Entretanto, contar com uma agência pode te ajudar a encontrar um hotel mais bem centralizado ou um roteiro mais interessante, fica a cargo do turista decidir isso.

 

Mochilão pelo Paraguai, Brasil e Argentina

Para fechar a ideia de roteiros nada melhor do que um mochilao juntando Paraguai, Argentina e Brasil. Esse roteiro é bem simples de ser feito, uma vez que a região de Foz do Iguaçu apresenta o local da Tríplice fronteira.

Apesar de não ser um mochilão clássico como o roteiro pela Bolívia, ainda assim é possível passar por lugares deslumbrantes e conhecer os mais diferentes costumes, cultura e culinária que tanto o Paraguai quanto a Argentina têm para oferecer.

Porém, existe um outro roteiro que é tão interessante tanto para um mochilão que é partir para o Paraguai através de Ponta Porã (Mato Grosso do Sul) e de lá se dirigir até Assunção. Uma vez que o Paraguai foi desbravado é possível se dirigir até a Argentina passando pela cidade de Encarnación e suas ruínas jesuíticas. Na Argentina, o mochileiro chega por Posadas e então se dirige para Puerto Iguazú, já localizada na tríplice fronteira. Por fim, basta passar por Foz do Iguaçu e você estará de volta em território brasileiro.

Para fazer um mochilão é preciso ter muita disposição e vontade, mas fique sabendo que também é possível conhecer diversas localidades e economizar bastante. Aproveite.

 

Conclusão

Viajar é uma das experiências mais enriquecedoras que um indivíduo pode ter na vida. E o mochilão é uma das formas mais interessantes e acessíveis de se conhecer novos lugares. O continente sul-americano é uma ótima opção para quem quer embarcar nessa aventura, já que é um lugar cheio de belezas naturais, povo acolhedor e destinos acessíveis financeiramente.

A América do Sul é uma ótima escolha para os mochileiros, pois é onde o Brasil está localizado, o que significa que não há necessidade de passaporte e/ou vistos. Além disso, os destinos são mais baratos em comparação com outros continentes, as passagens aéreas custam menos e são facilmente encontradas através de programas de fidelidade das companhias aéreas.

Os roteiros de mochilão pela América do Sul podem ser feitos basicamente por meios terrestres, o que torna a viagem mais acessível. As opções de rotas são diversas, desde a Bolívia até o Peru e Chile, e todas elas são relativamente baratas, o que é ideal para pessoas com orçamento apertado que querem realizar o sonho de viajar.

Uma das opções de roteiro é a Bolívia, que pode ser acessada facilmente através do Mato Grosso do Sul. Uma rota de 15 dias pode ser realizada com um orçamento bem apertado. A partir de Campo Grande, o viajante pode pegar o famoso Trem da Morte, que tem como destino final Santa Cruz de La Sierra. Depois, é possível conhecer a Cordilheira dos Andes, o Monte Chacaltaya, as ruínas de Tiahuanaco, a cidade de Copacabana e o Lago Titicaca, além de outras cidades coloniais na Bolívia.

Outra opção é fazer um mochilão pela Bolívia e Peru, passando pelas ruínas incas de Machu Picchu. Essa rota é um pouco longa e requer cerca de 21 dias de viagem, principalmente se a viagem for feita por terra. No entanto, essa é uma das rotas mais clássicas do mundo do mochilão e não pode ficar de fora da lista de destinos.

Em resumo, o mochilão pela América do Sul é uma experiência única e enriquecedora que deve ser considerada por todos os viajantes. Além de ser acessível financeiramente, essa opção permite que o viajante conheça lugares incríveis, tenha contato com culturas diferentes e vivencie momentos únicos. Sem dúvida, o mochilão pela América do Sul é uma experiência que ficará na memória de qualquer pessoa que se aventurar nessa jornada.

 

Saiba mais aqui 

You May Also Like

Devo cancelar, adiar ou remarcar minha viagem?

Anúncios Aqui você confere algumas dúvidas com muitas orientações sobre o cancelamento,…

Viajar para Holanda

Anúncios O leitor já ouviu falar em Países Baixos ou Holanda? Essa…

Conheça principais pontos turísticos de Pernambuco

Anúncios Veja os principais pontos turísticos dos estado do Pernambuco, no mínimo…